UM NOVO TEMPO, UMA NOVA HISTÓRIA

Escola do Campo Messias Sodré de Itararé (SP) incentiva produção de abelhas sem ferrão

A ação é um dos projetos desenvolvidos na instituição
A iniciativa tem por objetivo a preservação e incremento da espécie

Desde 2015, a Escola Municipal do Campo Professor Messias Sodré tem buscado ‘adocicar’ mais a instituição e a comunidade. Neste ano, os resultados começaram  a aparecer e, em breve, todos poderão saboreá-lo.

A escola tem desenvolvido o projeto 'Abelhas sem ferrão’. A iniciativa tem por objetivo a preservação e incremento da espécie.

As iscas para Jataí (tipo de abelha) foram doadas pela  professora Donata há dois anos. No início do ano letivo de 2017, as turmas do segundo e terceiro anos, das educadoras Andréa Ferraz e Daiane Delgado, realizaram um estudo sobre as abelhas. A partir de então, deu se início a produção. “Um material foi divulgado em uma feira no dia da família da escola. O retorno foi muito positivo. Temos pais que já implantaram caixinhas racionais em seus sítios e os alunos até trouxeram fotos para mostrar”, explica Andréa.

Conforme ela, os trabalhos com as iscas continuaram no segundo semestre. “Já tínhamos abelhinhas morando na parede da sala de informática (e continuam lá). A professora Donata nos doou a primeira isca para uma transferência. Hoje elas moram em uma caixinha na porta da sala do segundo ano, convivendo em harmonia com as crianças”, esclarece.

A educadora conta ainda que, além destes locais, há também uma colméia em uma das árvores da escola e abelhas mirins no muro.

A ideia foi multiplicada a Escola Alice Fonseca.

“Para finalizar o ano com chave de outro, recebemos um presente da mãe natureza, a turma do Pré II, da professora Amélia, deixou uma de suas iscas bem em frente à sala de aula e, para a alegria de todos, depois de cinco meses novas moradoras apareceram por ali. Essas depois de algum tempo serão transferidas para nossa caixinha pedagógica doada por Gerson Pinheiro do SOS Abelhas sem ferrão”, expõe Andréa.

A Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Educação, reconhece o trabalho desenvolvido e parabeniza todos os envolvidos no projeto.

 


No início do ano letivo de 2017, as turmas do segundo e terceiro anos, das educadoras Andréa Ferraz e Daiane Delgado, realizaram um estudo sobre as abelhas
Abelhas moram em caixinhas e convivem em harmonia com as crianças

  Data da publicação: 05/12/2017

Turismo Itararé